Author Archive

Clóvis Medeiros

Nas histórias de suspense do Alfred Hitchcock, é comum, nos casos de assassinatos, o mordomo sempre aparecer como o suspeito. Mesmo quando sua inocência é nítida, a culpa sempre lhe recai. Em relação aos fofoqueiros não é diferente. Essa categoria de gente fica constantemente fazendo dos outros os culpados, pelo …

Não. A pergunta não foi feita para o Heitor, meu amiguinho de dois anos de idade. Foi dirigida para a Luiza, minha sobrinha preferida. Claro que ela não vai crescer muito além dos seus 1,45 cm atuais. Me referi ao crescimento cultural, a necessidade premente de construir o futuro através …

Eduardo é meu sobrinho. Nasceu numa família humilde. O pai o ensinou a trabalhar na lavoura desde cedo. Moravam no Inhandijú, interior de São Francisco de Assis. Aos sete, oito anos, já operava um pequeno trator, lidava com o gado. Como o pai, não enxergava horizontes melhores, mudaram-se, com a …

É preciso inovar. Repensar conceitos. Não se pode continuar gastando em coisas que não trazem o mínimo impacto para a economia ou aos indicadores sociais. Lembrei do fato quando assisti, em Brasília, duas semanas atrás, a uma caminhada promovida por Universidades e alunos que se manifestavam contra o contingenciamento de …

Já escrevi três crônicas aqui de Brasília, onde estou a trabalho e nas horas de folga, a passeio. Já lhes falei em outro texto, que isto aqui tem uma combinação fenomenal para atrair e agradar as pessoas que aqui chegam. Difícil não se impressionar com a arquitetura, o urbanismo, o …

Escrevo este texto do hotel onde estou hospedado em Brasília e digo isto não por exibicionismo ou soberba mas porque estou realmente deslumbrado e pensei em dividir com vocês este espetáculo. É impossível descrever com fidelidade a sensação de surpresa e emoção que o visitante percebe ao presenciar esse quadro …

Nunca me esqueço da morte de um tio da minha mulher, o tio Valmor. Morava no interior de Jaguari, onde trabalhava na lavoura, plantava cana de açúcar, fabricava cachaça, criava alguns bois, cultivava outras culturas como feijão, soja, milho e fumo. Trabalhava demais. Conseguiu tanta coisa em tão pouco tempo! …

Permita o leitor que o cronista fale de si mesmo. Das suas limitações. Faço uma auto crítica, uma reflexão. Sempre senti dificuldade com a falta de rapidez em meu raciocínio. O que observo é que enquanto alguns têm a resposta pronta para qualquer discussão eu não tenho velocidade de raciocínio. …

No último final de semana estive na minha terra, Capão da Urtiga. Preciso escrever esta crônica como forma de tornar público meu descontentamento com a administração municipal de lá. Farei este jornal chegar as mãos do prefeito. Gostaria de falar do meu orgulho de haver nascido no segundo distrito, de …

Recebi uma ligação do meu colega dos tempos de Colégio Agrícola de Alegrete, o Bolacha. ___Tenho uma notícia ruim para te dar, Clóvis. Faleceu o seu Jovelino. Jovelino Moreira era o dono de um boteco, à beira da estrada que ligava São Francisco de Assis á Alegrete. Ficava em frente …