Home»Destaque»Campanha “Conte sua História” reverencia os professores

Campanha “Conte sua História” reverencia os professores

“Belas histórias merecem ser compartilhadas”

4
Shares
Pinterest Google+

A Cooperconcórdia – Cooperativa de Trabalho Educacional de Santa Rosa, possui várias Unidades de Trabalho: Colégio Concórdia, Aprendiz Cooperativo, Aprendiz10 e Capacita – Programa de Desenvolvimento Profissional.  A cooperativa vem crescendo a cada dia, trazendo sempre o melhor em termos de educação, valorizando o ser humano e trabalhando sempre com excelência e qualidade.

No mês de setembro, a Cooperconcórdia lançou um desafio à equipe, promovendo uma campanha interna denominada “Conte Sua História”, com o objetivo de buscar relatos de momentos vivenciados pelos professores e instrutores neste novo cenário de modelo de educação EAD.  As histórias recebidas demonstraram o quanto os mestres são brilhantes e especiais e por esse motivo merecem o reconhecimento e reverência. Confira alguns relatos:

Dinâmica – Vestindo a camiseta rumo aos sonhos

Um dos grandes desafios enfrentados no ensino a distância, é a realização de dinâmicas de forma virtual através de videoconferência. A dinâmica tem por objetivo a integração com divertimento e reflexão, além de promover o aprendizado entre as pessoas, e introduzir o assunto que será estudado.

Na unidade temática de gestão de pequenas e médias propriedades rurais, com os aprendizes do campo de Soledade, desenvolveu-se a dinâmica ‘‘vestindo a camiseta rumos aos sonhos’’. Na mesma foi utilizada uma folha de ofício, onde foi inserido o nome do programa, a identidade de cada jovem ‘‘como me vejo’’, seus problemas, medos, dificuldades, preocupações e por fim os seus sonhos.

Após várias dobraduras na folha, construímos um barquinho, que gerou a seguinte reflexão: A vida é como um barco, podemos seguir diferentes caminhos, as oportunidades vão surgindo, e em determinado momento é preciso escolher qual caminho seguir.

Após a reflexão, foi solicitado que recortassem as pontinhas do barco, o qual se transformou em uma camiseta, e a denominamos de camiseta do Programa Aprendiz Cooperativo, onde propomos aos jovens de deixar os medos, as dificuldades, e os problemas para trás, e se agarrar em sua identidade, em suas oportunidades, de vestir a camiseta do programa aprendiz cooperativo e correr atrás dos seus sonhos.

Instrutor Lucas Gottardo Machry – Aprendiz Cooperativo Cooperconcórdia

Neste período estamos sendo constantemente desafiados a nos reinventarmos, para suprirmos algumas facilidades das aulas presenciais, que nos possibilitavam um contato físico e comunicativo condicionado as realidades e necessidades de cada aprendiz. O maior desafio é não poder visualizar todos os alunos, principalmente aqueles que sei que precisam de uma atenção diferenciada devido à idade e ou dificuldades em assimilar os conteúdos. Um desafio é a interação com os alunos via whatsapp, tirando dúvidas e relatando acontecimentos de suas vidas pessoais. Um aluno que devido aos conteúdos discutidos em sala de aula, mandou fotos dos seus livros nos quais contribuem para o seu aprendizado, realizando uma análise comparativa entre eles. Outra experiência marcante foi uma fatalidade ocorrida com um ente de uma aprendiz que estava muito triste, onde nos intervalos da aula conversamos sobre as dificuldades de aceitação e superação de perdas em nossas vidas. No mesmo dia, outro aprendiz relatou que sofreu um acidente e que estava agradecido a Deus pela vida. Os diferentes acontecimentos nos levaram ao final da aula realizar uma dinâmica de reflexão.

Instrutora Camila Weber – Aprendiz Cooperativo

A minha história em dar aulas em tempo de pandemia foi no dia 31/8/2020, estava dando aula para a Turma Santa Rosa B 2019/1, iniciando a unidade temática de Carnes, Suínos e Derivados e lá pelas 14h20min horas caiu o sinal de internet. Reiniciei, tirei da tomada e nada…

Como resido no interior e na minha casa não tem sinal de telefone, peguei o celular e subi lá na lavoura para ligar para a Greici, avisar os alunos e ligar para a operadora da internet e para meus familiares para ver onde tinha sinal… para meu azar o problema era na torre e não havia internet na casa de ninguém…

Depois de uma meia hora, sem internet, decidi pegar o material (celular, notebook, e um tapete para sentar) e  fui dar aula pelo sinal do telefone lá na lavoura.

O que eu não esperava era começar de garoar… Aí corri de volta para casa, peguei meu carro, entrei no meio da lavoura de carro, e dei aula até às 17h10min pelo celular, sentada no banco do carro.

Instrutora e Coordenadora Adjunta do Programa Aprendiz Cooperativo Cooperconcórdia – Daniela Pilecco

Minha História com o Ensino Remoto

A pandemia chegou e influencio a vida de todas as pessoas, mudanças que surgiram foram desafios grandiosos para todos, para aqueles que estão ligados ao ensino também. Atuo como professora no Aprendiz Cooperativo, e como morro no interior o primeiro obstáculo encontrado foi o sinal de internet, outro ponto que também logo apareceu, foi à questão de haver vários dispositivos conectados ao mesmo tempo, já que na mesma residência tem mais duas acadêmicas. O segundo e maior desafio foi mudar toda a questão da metodologia de apresentação dos conteúdos, no início o sentimento foi de insegurança total, mas contamos com o apoio da nossa cooperativa que nos proporcionou formação e qualificação, para estarmos preparados para o momento que as aulas retornassem de forma remota. O crescimento pessoal e profissional foi e é imensurável, nos ajudou a superar as dificuldades e se desenvolver ainda mais.

Instrutora Larissa de Souza Zambiasi – Aprendiz Cooperativo

Olá, meu nome é Neli Cabral,  sou instrutora do Aprendiz e do Capacita, além disso, presto consultoria para pessoa física e jurídica, na cidade de Ijuí e região. Com a chegada da Pandemia, observei muito medo, incerteza e ansiedade na vida das pessoas.

Sempre  escolho ver o lado positivo de cada situação.  Foram tantos exemplos de ajuda ao próximo. Muitas pessoas e empresas doando cestas básicas, roupas, calçados,  e outros objetos de uso pessoal. Havia pizza solidária, galeto solidário, ação entre amigos, tudo em prol daquelas famílias que ficaram sem renda.

Foi durante a Pandemia que gravei o meu primeiro vídeo, através de um  excelente desafio do Capacita.

Foi durante a Pandemia que ministrei  minha primeira aula on line, após  treinamento oferecido pela Cooperconcórdia,  sobre Google Meet, Classroom,  e  diversas tecnologias digitais. Meu horizonte de conhecimento ampliou significativamente. Só tenho a agradecer por tantos aprendizados.

Instrutora Neli Teresinha Cabral – Aprendiz e Capacita Cooperconcórdia

Aprendiz da vida

Um dia que ficou marcado na minha vida e na minha profissão. Eu estava acostumada com aulas assíncronas, pela primeira vez teria que dar quatro horas de aula pela plataforma google meet. Então planejei a aula com muito cuidado, usando todas as tecnologias que tinha conhecimento até o momento. Planejei a mensagem inicial com o vídeo devocional da Cooperconcórdia, uma mensagem inicial de boas-vindas, uma nuvem de palavras no mentimeter, dinâmicas, atividades na classroom, tudo pronto e testado na noite anterior.

Acordei de madrugada e não consegui mais dormir, queria que saísse tudo certo. Então orei e pedi a ajuda de DEUS. Levantei me arrumei, fiz um chimarrão, abri a sala e coloquei o link no grupo do WhatsApp. Os aprendizes começaram a entrar e falaram que tinha começado a chover. De fato, olhei pela janela e vi as nuvens carregadas. As 7h30min, no exato momento em que aula deveria começar, terminou a energia elétrica e fiquei só com a internet do celular, conversando com a coordenação e com os aprendizes para voltar a aula assim que a energia elétrica fosse restabelecida.

Assim que a chuva ficou mais fraca a energia e o sinal de internet foram restabelecidos, voltamos com a aula e seguimos o planejamento. Na minha casa, pedi para ninguém entrar na sala para não atrapalhar a primeira aula e assim foi feito.

Na hora do intervalo fui pegar água e quando comecei a caminhar senti meus pés molhados.  Olhei para o piso branco, estava mais claro do que nunca, inundado da água da calha que tinha entupido e se espalhava por todos os lados. Pensei em começar a secar, mas não daria tempo e em primeiro lugar queria que aula desse certo. A aula foi encerrada, deu tudo certo, apesar da chuva. Eu fui secar a casa para conseguir chegar na cozinha para fazer o almoço.

Naquele dia, secando a casa, refleti sobre as lições aprendidas com a aula da vida. Podemos planejar tudo, mas mesmo assim, poderemos ter surpresas. As coisas não são como nós queremos, mas como DEUS quer. Gratidão sempre, melhor uma casa molhada do que não ter casa. Alcançamos nossos objetivos quando mantemos o foco, a aula foi realizada conforme o planejado. Mas sempre temos o que aprender, afinal dessa vida cada um de nós é aprendiz.

Instrutora Regina Zambon Schmidt – Aprendiz Cooperativo e Capacita Cooperconcórdia

O “Novo Normal”

Dia 13 de março/20, onde tudo começou…

Deparamo-nos com uma nova situação: “Pandemia”, já ouvimos falar, mas nunca imaginamos o que seria viver uma pandemia.

Em questão de dias, semanas, tivemos que nos reinventar e colocar em prática o que muitas vezes ensinamos para nossos alunos. O que era uma possibilidade se tornou uma necessidade: trabalho home office, aulas on line.

Com o Programa Aprendiz Cooperativo foi uma revolução, pois as ferramentas usadas já não são as atuais. Trazer o aprendiz para a “nova realidade” com aulas on line, trabalhando com o computador, celular, whatsapp – enfim – a internet que tanto cuidávamos, agora é nossa realidade.

Foi um desafio à primeira aula, será que irá conectar? Se trocar o material da apresentação irá dar certo? Os aprendizes serão participativos?

Posso afirmar que o desafio foi enfrentado e estamos realizando um trabalho maravilhoso, participativo e de muita interação.

São os bons frutos da Pandemia COVID-19

Instrutora Tarciana Moura de Freitas Rodrigues – Aprendiz Cooperativo Cooperconcórdia

Conhecendo a escola através das câmeras dos alunos

Comecei minhas atividades no Colégio Concórdia no meio da quarentena. Ao comentar com os alunos que não conhecia a escola, eles prontamente se disponibilizaram para me guiar. Assim, peguei meu notebook e iniciei um tour pela escola. Foi emocionante! Comoveram-me os comentários, a empolgação, a saudade que sentem o sorriso e o choro de alguns. Ouvi com alegria e com aperto no peito a recordação dos momentos vividos em cada espaço percorrido: a sala de aula, os corredores, as escadas, a quadra… Nem mesmo as situações menos ruins vividas na sala de orientação pedagógica passaram despercebidas e renderam um momento único de descontração. Descobri, inclusive, que os alunos criaram amizade com um lagarto que eventualmente os visitava no bosque. Foi dessa forma que conheci a escola. Um jeito único. Fisicamente sozinha, mas carinhosamente conectada ao coração de cada aluno.

Professora Claudia Wagner – Colégio Concórdia Cooperconcórdia

Insegurança, desafio, superação. Isto é o que vivo neste momento de estar professora na Covid-19. Buscar construir um planejamento significativo, aplicando recursos diversificados e metodologias ativas é minha preocupação a todo instante, mas vivenciar aulas remotas e presenciais simultaneamente não está sendo nada fácil. Correr de uma sala a outra, acessar as salas pelo meet, saudar os alunos com um bom dia, acordar alguns outros, vivenciar o sinal da internet ser interrompido, ouvir barulhos de animais, irmãos pedindo colo, pais esquecendo que os filhos estão em aula e os chamando, perceber que alguns alunos estão em redes sociais, todavia a maioria empenhando-se nas aulas é a nova realidade da educação. E a superação está aí: perceber tudo isso e poder dizer que está valendo a pena cada minuto, porque todos estamos vivendo novas experiências, desenvolvendo habilidades, sendo protagonistas de nossas histórias e o mais valoroso: nos tornando seres mais humanizados. O contato físico é importante sim, mas cuidar do outro, preocupar- se com ele, saber que se é importante não tem palavras para descrever, é apenas sentir e ver no olhar dos alunos tudo isto.

Professora Isabel Cristina Brigo Ludtke – Colégio Concórdia Cooperconcórdia

Diariamente enfrentamos diversas situações novas que precisam ser solucionadas para que possamos atender aos alunos. No dia 02 de setembro, quando despertei pela manhã percebi que estava sem sinal de internet em minha residência.

Naquela manhã as aulas de Biologia do Colégio Concórdia foram desenvolvidas de dentro do meu carro.

Ao perceber que a internet não iria voltar, fui até um local com internet pública para poder trabalhar.

Encaminhei uma foto para a Coordenadora Pedagogia do Colégio para explicar a situação, justificar o ambiente e as possíveis interferências.

Como resposta, a Coordi Eliane disse “fiquei orgulhosa pela proatividade, resiliência e comprometimento em sua atitude”.

Professora Mariane Karas – Colégio Concórdia Cooperconcórdia

Lembro como se fosse hoje, eu preparando o material para as minhas aulas dos dias 19 e 20 de março, depois 26 e 27/03; ainda acreditávamos que logo isso passaria. Bem, não passou, era chegada a hora de nos superarmos: “Que tal nos conectarmos com os alunos através de uma plataforma  virtual, vamos fazer uma reunião pelo Google Meet, nossas aulas poderiam ser assim também, o que acham?” Nossa, confesso que meu estômago embrulhou, ansiedade aumentou, esse desafio não seria simples e passageiro. Comecei a organizar meu material por semana, estávamos na semana 3, iniciamos nossos encontros online, surgiu um porém, como a profe de Física e Ciências (9° ANO) vai fazer os cálculos? Minha solução, um tanto quanto tradicional, mas que acredito ter me aproximado dos alunos: meus slides manuscritos, exemplos resolvidos a punho, esquemas desenhados com muito carinho, correção de exercícios… Enfim, foi o meu jeito de desenvolver as aulas durante essas 27 semanas que se passaram desde então. Hoje (25/09), acabo de voltar das minhas aulas na Escola, emoção ainda está a mil, minha metodologia não pode mudar muito, pois tenho muitos alunos me assistindo de casa, mas encerro  a semana 28, com a certeza de que fizemos nosso melhor (gratidão equipe Colégio Concórdia e Cooperconcórdia  pelo apoio incondicional), cada um do seu jeito, e com fé em Deus de que tudo ficará bem!

Professora Susana Back – Colégio Concórdia Cooperconcórdia

Previous post

Governo do RS inicia volta às aulas presenciais a partir de 20 de outubro nas escolas estaduais

Next post

Dia do Anestesiologista: no HVS, cinco profissionais atuam na rotina do Centro Cirúrgico

No Comment

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *